Cobrança indevida dano moral dano material spc serasa

nov

9

2015

Eu sou estudante de curso superior, e estou cadastrado no FIES que é responsável pela a minha mensalidade. No fim do ano passado meu pai e meu fiador no contrato do FIES cancelou o contrato com uma empresa que fornece internet, telefone e tv conhecida com GVT, não tivemos problemas com cláusula de fidelidade pois já tínhamos a mais de um ano de utilização dos serviços prestados, que vale ressaltar que não prestam. O que ocorreu foi o seguinte, esse empresa começou a ligar para o meu pai para cobrar uma fatura que restava, meu pai entrou em um acordo e a empresa enviou pro e-mail para o meu pai e ele efetuou o pagamento, só que não acabou aí, eles continuaram ligando e ameaçando meu pai em efetuar o cadastro no spc-serasa. Hoje fui no banco para efetuar meu aditamento que por coinsidência desde o incio do ano ficou não simplificado, o que faz com que todo semestre tenha que ir no banco para resolver e manter meu financiamento, mas a verdade é que não é coincidência de ter iniciado esses problemas junto com as ameaças da GVT, no inicio do ano, ou seja, no semestre anterior eu consegui resolver, mas hoje quando fui ao banco resolver o aditamento do segundo semestre de 2015, tive a surpresa de não ser possível resolver pelo o fato da tal empresa GVT ter inscrito o meu pai e fiador no SPC-Serasa. Eu sei que isso é cobrança indevida, mas como resolver e como prosseguir.

em: Direito Civil e Processo Perguntado por: [2 Grey Star Level]
Atendimento Individualizado
Enquanto não há resposta para essa pergunta, poderá se tornar um usuário premium para atendimento individualizado. Mais informações em contratar consulta advogado online.

Sabe a resposta?

Você deve estar Logged In para postar respostas.

Ainda não é um membro? Registre-se »