Pensao alimenticia e visitacao

fev

3

2015

Boa tarde. Tenho uma filha de 06 anos que o pai nunca quis ver , agora que pedi pensao ele quer pega-la nos fins de semana . Estou apavorada pois soube pela familia dele que ele esta viciado em entorpecentes , chega a desaparecer por meses na rua . Ele encotra-se hoje em regime semi-aberto no CPP do DF (latrocida),passou na SEDF quando estava na domiciar e agora depois de ter colocado atestados medicos teve que informar que esta preso. A VEP oficiou para SEDF para ver se ainda vao ficar com ele , porem como havias so 4 meses de exercicio da funcao acredito que sera exonerado . Eu ja sofri violencia domestica por isso nunca fui atras dele e hj pedi a pensao por necessidade da minha filha mas temo que ele tenha contato com ela e faca mal para ele pois na epoca ele me abandonou por alegar que eu amava mais a crianca que ele . Enfim , ha historicos de passagens em clinica de recuperacao sem conclusaodo tratamento e na SEDF varios atestados de problemas psicologicos . Ele diz ter largado mas nao acredito. A audiencia sera em marco ,nela o juiz pode regulamentar a visita (ponto de interrogacao), mesmo que nao tenha tido isso no pedido( ponto de interrogacao). Como faco para impedir isso , ou prolongar ate que ela cresca mais ( ponto de interrogacao) . Se apos a audiencia de alimentos eu desaparecer ele parapedir visitas tera que me achar ( ponto de interrogacao). tenho medo que ele leve ela e simule um acidente e a mate pois ja fez isso comigo . Como posso provar que ele e perigoso ( ponto de interrogacao)

em: Direito Civil e Processo Perguntado por: [2 Grey Star Level]
Atendimento Individualizado
Enquanto não há resposta para essa pergunta, poderá se tornar um usuário premium para atendimento individualizado. Mais informações em contratar consulta advogado online.

Sabe a resposta?

Você deve estar Logged In para postar respostas.

Ainda não é um membro? Registre-se »