Problemas na empresa que trabalho

fev

20

2014

Fui contratado como Analista de Suporte de TI, onde eu teria o meu superior para o qual eu responderia e meu superior responderia diretamente ao dono da empresa . Mas não é assim que acontece, eu tenho que lidar diretamente com o dono da empresa onde o mesmo me trata muito mal, me chama de incompetente, me ridiculariza, e chega a gritar e xingar (muitas vezes em italiano) e tacar coisas no chão e fazer cenas para me amedrontar.
Desde o momento em que entrei foi falado que eu receberia um treinamento pela pessoa que eu iria substituir, mas não recebi esse treinamento e tive que enfrentar os problemas sem ao menos ter uma ajuda. O meu chefe sugeriu, já que eu não estava recebendo o treinamento para o meu cargo, fazer um curso na Dextraining em Campinas (Curso de DBA Oracle) e me pediu para trancar a matricula da faculdade (Possuo uma carta de requerimento para o trancamento assinada e carimbada por ele) porque o curso seria no mesmo horário das aulas da faculdade. Efetuei o trancamento e dei inicio ao curso em Campinas.
Junto comigo trabalha outro funcionário que é responsável pela manutenção dos computadores da empresa e ele se afastou, pois precisou fazer uma cirurgia e me deixaram sozinho cuidando de toda informática da empresa. Passado o tempo eu estava realizando uma manutenção em um dos computadores da produção e descendo a escadaria com o computador nas mãos eu me desequilibrei e sofri um torção muito forte no joelho que através de uma ressonância magnética constatou-se laceração do menisco. A empresa deu entrada na abertura do CAT, pois se trata de acidente de trabalho e onde mais uma vez minha vida virou um inferno.
O gerente geral da empresa(Celso Ricardo Bellotto) começou a me ligar pedindo para eu não entrar pelo INSS e que eu explicasse para o meu médico (que abriu o CAT) que eu estava em condições de trabalhar e que a empresa iria me dar todas as condições de trabalho em quanto eu estivesse com o joelho ruim, que eu também falasse no INSS que eu não queria ser afastado (ISSO POR INICIATIVA MINHA!!!) e ele até me propôs de ir pessoalmente me buscar e levar para casa, e eu gravei essa ligação e também ficou me dizendo que se eu entrasse pelo INSS eles cancelariam o curso que estava fazendo. (Ligação gravada). Comecei a gravar as ligações, pois estavam ficando constante.
Mesmo com tantas ligações e tentativas de chantagem eu me afastei pelo INSS, mas infelizmente meu médico não tinha em sua agenda como me operar, pois estava com agenda cheia e me passou para fazer fisioterapias onde fui fazendo até que estourou o prazo de afastamento do INSS e ele me orientou a dar continuidade no afastamento porque meu quadro tendia a piorar se eu ficasse andando. Mas acabei voltando à empresa (mesmo com muitas dores e sem conseguir andar direito).
Quando voltei a empresa o meu chefe me ligou três dias depois (Não veio na minha sala e nem olhou na minha cara quando nos encontrávamos) me pedindo para que eu não fizesse nada, apenas reportasse ao dono da empresa quando acontecer algo.
No dia seguinte o dono da empresa me ligou pedindo para ir até a sala dele onde ele disse que nas mãos dele a área de informática não tinha problemas, e que quando eu estava cuidando da informática à empresa era cheia de problemas, me chamou de incompetente, e que não era para eu mexer em mais nada a não ser que ele mandasse, e mais uma vez me chamando de incompetente e bem nessa hora o telefone dele tocou, era um funcionário dizendo que o banco de dados estava com problemas, nisso ele levantou da cadeira muito irritado dizendo para a pessoa ao telefone que eu tinha uma alma negra que era só eu colocar os pés na empresa dele que algo ruim acontecia, de tanto nervoso eu sai da sala dele e fui embora pra casa e no dia seguinte liguei para o meu chefe marquei uma reunião com ele e nessa reunião expliquei tudo que aconteceu e como ele me tratou, simplesmente meu chefe disse que ele esperava que nessa reunião eu fosse pedir as contas e que não estava preparado para ouvir isso de mim, mesmo assim deu sua opinião \” Olha Marcel o Massimo é desse jeito mesmo e você tem que se acostumar como eu já me acostumei e que se você quiser ficar na empresa terá que aguentar o jeito dele, e que se eu for chamar ele para dizer que você não gostou da forma que ele te tratou ele vai vir aqui e será um pega para capar, então não tem o que eu fazer\”, e antes de terminar essa reunião eu disse que me afastaria de novo e só voltaria quando tiver operado e fui para casa (essa reunião também foi gravada).
Fui afastado em agosto de 2013 recebendo $700,00 do INSS (um absurdo) e quando foi em dezembro a responsável pelo RH fez um depósito em minha conta e me disse que era um complemento salarial que a empresa pagava por até 105 dias de afastamento. Mas antes de acontecer esse depósito eu fui me informar sobre complemento salarial para quem sofre acidente de trabalho e todas as minhas pesquisas informavam que eu tinha esse direito e foi ai que resolvi ligar no RH para perguntar sobre esse complemento, mas a funcionária me disse que a Regali não pagava complemento de auxilio doença e de repente esse complemento passou a existir.

Quando fui contratado as meninas do RH me disseram que o horário seria das 7:00 as 16:58, mas ao iniciar minhas atividades fui informado que meu horário seria das 14:00 as 22:00, aceitei esse horário porque me disseram que seria temporário, mas não demorou muito eu fui passado para o horário das 06:00 as 14:00 e depois de muita insistência eu consegui ir para o horário do administrativo.(possuo todos os comprovantes do cartão ponto)
E outro fator importante é que não foi mencionado no meu contrato de trabalho, mas eles me deram um celular (19)9842.8903 para que eu ficasse de prontidão e caso acontecesse algo eu teria que ir a empresa, não importando o horário, e isso aconteceu com muita frequência, me ligavam de madrugada, nos finais de semana e eu não recebia nada a mais fora meu salário registrado em carteira, onde eu fiquei também com esse celular durante o primeiro afastamento, e me ligavam direto para resolver problemas do sistema, até mesmo o dono da empresa me ligava para tirar dúvidas, mas só fui devolver o celular quando me afastei pela segunda vez, pois se eu não devolvesse eu teria que ficar atendendo ligações até hoje, sem contar que um dos chefes da empresa veio na minha casa no meu período de afastamento pedindo para eu resolver problemas no notebook dele que é da empresa. (tenho as contas telefônicas comprovando que eu ficava com o celular e também um vídeo onde eu entrego o celular para o meu chefe antes de me afastar para a cirurgia).

Estou recém operado tendo que contar o que o INSS está pagando, tenho que comprar medicamentos para o joelho e um deles custa mais de cem reais e não dura um mês, e hoje dia 19/02/2014 fui conferir o saldo do meu cartão da farmácia que a empresa provê e o cartão foi bloqueado pela empresa.
Meu controle financeiro foi totalmente desestabilizado por conta deste problema, meu nome foi para o SCPC, fiz empréstimos e mesmo assim ainda devo.
Estou passando por problema de ansiedade, tenho que tomar calmante para dormir, não quero mais voltar para aquela empresa e passar por toda aquela humilhação, sem contar que vão fazer de tudo para que eu peça demissão ou vão encontrar um jeito de me demitirem por justa causa, sem contar que vem pessoas que trabalham diretamente para o Massimo aqui em casa como se fosse meu amigo, e no meio da conversa começou com umas perguntas sobre se eu ia processar a empresa e tal e eu disse que não, ou senão em conversa com pessoas que trabalham lá elas me dizem que o Massimo fica falando que quando eu voltar serei colocado para trabalhar na produção ou ficarei o dia todo sentado em um banco olhando para a parede e que ele fica zombando de mim para as pessoas dizendo “Como esse burro conseguiu se machucar numa escada”.

Fico aguardando uma resposta

Obrigado

em: Trabalhista Perguntado por: [2 Grey Star Level]
Atendimento Individualizado
Enquanto não há resposta para essa pergunta, poderá se tornar um usuário premium para atendimento individualizado. Mais informações em contratar consulta advogado online.

Sabe a resposta?

Você deve estar Logged In para postar respostas.

Ainda não é um membro? Registre-se »